Como E Onde Guardar Documentos !

05 May 2019 14:35
Tags

Back to list of posts

<h1>N&atilde;o Confio No Governo, Como Devo Investir Meu Dinheiro?</h1>

<p>O vil&atilde;o dos altos juros no cart&atilde;o de cr&eacute;dito n&atilde;o &eacute; o parcelado sem juros, por&eacute;m a forte concentra&ccedil;&atilde;o de bancos nas m&atilde;os de poucos grupos. O Que &eacute; E Como Calcular? a afirma&ccedil;&atilde;o do ex-presidente do Banco Central (BC) Gustavo Loyola, de acordo com a qual a subsist&ecirc;ncia do parcelado sem juros no cart&atilde;o de cr&eacute;dito &eacute; que gera distor&ccedil;&atilde;o nas taxas cobradas.</p>

<p>Ele fez a afirmativa durante sess&atilde;o na CPI dos Cart&otilde;es de Cr&eacute;dito, pela quarta-feira ( Quanto E Onde Investir Pra Aposentadoria Aos 60 Anos? ), em Bras&iacute;lia. Para Loyola, o parcelado sem juros seria um dos fatores que levam o Brasil a ter um dos maiores spreads banc&aacute;rios do universo. O spread &eacute; a diferen&ccedil;a entre o que os bancos pagam de remunera&ccedil;&atilde;o para quem investe neles e o que eles cobram de clientes que tomam dinheiro emprestado.</p>

<p>Pela avalia&ccedil;&atilde;o de Como Investir Em A&ccedil;&otilde;es , com a potente concentra&ccedil;&atilde;o do setor banc&aacute;rio, as institui&ccedil;&otilde;es financeiras for&ccedil;am suas margens de lucro no mercado de cr&eacute;dito. Este caso favorece para a manuten&ccedil;&atilde;o das taxas elevadas. O professor da Pontif&iacute;cia Institui&ccedil;&atilde;o Cat&oacute;lica (PUC) do Rio e economista-chefe da corpora&ccedil;&atilde;o de pagamentos Stone, Vin&iacute;cius Carrasco, admite que a falta de batalha no setor banc&aacute;rio no Brasil est&aacute; na raiz da dificuldade do spread. “Os juros eram altos no passado devido &agrave; infla&ccedil;&atilde;o e &agrave; alta taxa b&aacute;sica de juros, a Selic. Al&eacute;m da infla&ccedil;&atilde;o menor, n&oacute;s temos visto uma diminui&ccedil;&atilde;o brutal nos juros b&aacute;sicos, no entanto as taxas ao cliente continuam alt&iacute;ssimas”, diz o economista.</p>

<p>Ex-diretor de Planejamento do BNDES, Carrasco afirma que o parcelado sem juros no cart&atilde;o de cr&eacute;dito &eacute; a maneira mais barata de o varejo financiar seus custos. Pela pr&aacute;tica, o varejista utiliza as parcelas que ainda receber&aacute; do comprador, os chamados receb&iacute;veis, como uma garantia para adquirir empr&eacute;stimos nos bancos. “Essas parcelas a serem recebidas conseguem ser usadas como uma garantia num empr&eacute;stimo ou conseguem ser antecipadas a taxas pequenos que a m&eacute;dia do mercado”, diz Carrasco, que participou do debate na CPI no Senado. O Que voc&ecirc; deve Saber Antes De Investir Em Ouro (Liga Brasileira de Internet), Eduardo Parajo, o parcelado sem juros substituiu o cheque pr&eacute;-datado e propiciou mais seguran&ccedil;a no com&eacute;rcio.</p>

<ul>
<li>Modalmais zoom_out_map</li>
<li>oito x&iacute;caras de ch&aacute; de farinha de trigo</li>
<li>nove de janeiro de 2015 &agrave;s 12:Trinta</li>
<li>Precisa-se ter um espa&ccedil;o pra promo&ccedil;&atilde;o das atividades</li>
<li>Sites de exerc&iacute;cios</li>
<li>In&eacute;pcia da peti&ccedil;&atilde;o inicial</li>
<li>“N&atilde;o fa&ccedil;o”</li>
<li>” Andr&eacute; Mendon&ccedil;a,</li>
</ul>

<p>“&Eacute; a linha de cr&eacute;dito mais barata, em tal grau pro consumidor quanto para o lojista que pega empr&eacute;stimos baseado nesses receb&iacute;veis”, confessa. Com apenas 12,2% de participa&ccedil;&atilde;o, os cart&otilde;es n&atilde;o podem ser taxados de vil&otilde;es dos juros, de acordo com a associa&ccedil;&atilde;o. Outro dado exposto pela Abecs na CPI &eacute; a tend&ecirc;ncia de crescimento do emprego do cart&atilde;o de cr&eacute;dito sem pagar juros.</p>

<p>H&aacute; onze anos, em mar&ccedil;o de 2007, 52% das opera&ccedil;&otilde;es n&atilde;o pagavam juros. Entre esses 75% que n&atilde;o pagam taxas, metade &eacute; do parcelado sem juros pelo lojista. O presidente da Associa&ccedil;&atilde;o Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e da Uni&atilde;o Nacional de Entidades do Com&eacute;rcio e Servi&ccedil;os (Unecs), Paulo Solmucci, assim como afirma que o grande defeito no Brasil &eacute; a concentra&ccedil;&atilde;o banc&aacute;ria. “Os grandes bancos querem tirar oxig&ecirc;nio das empresas que est&atilde;o entrando no mercado. Eles decidem onde querem ganhar dinheiro e asfixiam a concorr&ecirc;ncia”, diz.</p>

economia-e-financas-2018-11-02-b50d42.jpg

<p>Solmucci alega, tendo como exemplo, que os grandes bancos controlam hoje desde a oferta de produtos tradicionais, como as contas de cr&eacute;dito, at&eacute; os cart&otilde;es de alimenta&ccedil;&atilde;o e refei&ccedil;&atilde;o das corpora&ccedil;&otilde;es. “Eles s&atilde;o donos de tudo e os &uacute;nicos que s&atilde;o capazes de aceitar os receb&iacute;veis do varejo como garantia nos empr&eacute;stimos”, diz.</p>

<p>Confira abaixo alguns que conseguem ser &uacute;teis por ti. Existem no mercado alguns aplicativos que s&atilde;o uma m&atilde;o pela roda quando o quest&atilde;o &eacute; controle financeiro. Em minhas pesquisas, descobri tr&ecirc;s aplicativos super modernos e de vasto valia na hora de organizar tuas contas. O Dinheirama &eacute; uma ferramenta de controle financeiro online gratuitamente que ajudar&aacute; a voc&ecirc; controlar tuas contas.</p>

<p>&Eacute; um aplicativo de acess&iacute;vel utiliza&ccedil;&atilde;o onde voc&ecirc; poder&aacute; importar tuas opera&ccedil;&otilde;es banc&aacute;rias com seguran&ccedil;a e ter superior controle no seu or&ccedil;amento dom&eacute;stico. Com este aplicativo gratuitamente, que pode ser baixado pra teu celular, voc&ecirc; ser&aacute; capaz de ver de perto os dados das suas transa&ccedil;&otilde;es banc&aacute;rias de forma iterativa. Nele voc&ecirc; ser&aacute; capaz de modificar nomes, gerar categorias e hashtags.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License